Página
Principal
Cadastre-se
grátis
Anuncie
no portal
Me Leva Penapolis
Tire suas
dúvidas
Gerencie
seu anúncio
Fale
conosco
Buscar empresas
 
Categorias
EXPOSIÇÃO DE ORQUÍDEAS (10)
Açougue (8)
Advogado/OAB (310)
Agencia de turismo (8)
Agronegócio (6)
Água/Gás (7)
Alimentação (5)
Animais/Pet Shop (12)
Artesanato (6)
Artigo esportivo/pesca (2)
Artigo infantil (7)
Auto escola (3)
Automação (3)
Automotivo (19)
Aviamento (4)
Bancos (11)
Bandas (5)
Bicicletaria (5)
Bijouteria (3)
bolsa/calçados/acess (10)
Borracharia (1)
Brindes/Presentes (5)
Brinquedos (5)
Chaveiro (2)
Clínica veterinária (1)
Clínicas (1)
Clínicas de Exames (2)
comunicação (1)
Confecção (3)
Cosmético (4)
Dentista (7)
Despachante (2)
Diversão (4)
Doceria (4)
Eletroeletronicos (1)
Eletrônica (10)
Embalagens (5)
Empresas de ônibus (10)
Entreposto de laticínios (1)
Escolas / Faculdades (11)
Escritórios/Contábil (15)
Estética (8)
Farmácia / Drogaria (13)
Festa/decoração (8)
Fisioterapia (8)
Floricultura/paisagismo (8)
Fogão/Peças/acess (1)
Frios/laticinios (4)
Funerária (2)
Garagens (4)
Gráfica (4)
Hotelaria (8)
Igreja / templo (1)
Imobiliária (2)
Importação/Exportação (1)
Imprensa (9)
Informática (46)
Instrumentos musicais (2)
Internet (6)
Laboratório (4)
Lan House (4)
Lanchonete/lanches (10)
Lava rápido (3)
Locadoras de vídeo (4)
Material Construção (23)
Mecânica (3)
Médico (62)
Moda/Vestuário (45)
Montagem Industrial (5)
Moto/oficina e Peças (10)
Mototaxi (0)
Móveis e Decoração (15)
Ortopedia (1)
Otica e Foto (14)
OUTRAS (2)
Padaria (11)
Papelaria (3)
Peixaria (1)
Perfumaria/Cosméticos (3)
Piscina / Lazer (3)
Pizzaria (12)
Plano de Saúde (2)
Podologia (3)
Posto Combustível (6)
Prestador de serviços (33)
Produtos limpeza (5)
Psicologia (1)
Publicidade (18)
Reflorestamento (2)
Refrigeração (8)
Relojoaria (3)
Restaurante (14)
Salão beleza (9)
Seguradora (2)
Segurança do Trabalho (6)
Segurança patrimonial (3)
Serralheria/Serralheiro (6)
Serv/Festa (3)
Sindicatos (1)
Sorveteria (15)
Supermercado (3)
Tecido/Cama/Mesa/Banho (3)
Tel/celular (5)
Tinta (3)
Transportadora (6)
Utilidades domésticas (2)
Verdura e legumes (3)
Vidraçaria (2)
Vistoria Auto (0)
Momento de Reflexão
 
O QUE PARECE NEM SEMPRE É

 
Certa vez, havia em uma aldeia um homem velho e sábio.
Era com sua sabedoria que os aldeãos contavam para obter respostas a perguntas e preocupações.
Um dia um fazendeiro procurou-o e disse, em tom frenético:
Sábio homem ajude-me! Aconteceu algo terrível! Meu boi morreu e não tenho outro animal para me ajudar a arar o campo. Esta não é a pior coisa que poderia ter-me acontecido?
Em sua simplicidade, o homem lhe respondeu:
Talvez sim, talvez não!
O fazendeiro correu de volta para a aldeia e contou aos vizinhos que o sábio tinha ficado maluco. É claro que esta era a pior coisa que podia ter-lhe acontecido. Como ele não via isso?
No dia seguinte, um cavalo jovem e forte foi visto nas proximidades de sua propriedade. Como não tinha nenhum boi para ajudá-lo, resolveu aproveitar o animal. Foi o que fez. Que felicidade! Nunca fora tão fácil arar o campo...
Voltou ao sábio e desculpou-se com ele:
Você estava certo. Ao contrário do que eu pensava, perder o boi não foi à pior coisa que poderia ter-me acontecido. Foi uma bênção! Se não fosse isso, eu não teria capturado um cavalo. Você há de concordar que essa foi a melhor coisa que poderia ter-me acontecido.  O sábio repetiu:
Talvez sim, talvez não!  ”Outra vez, não!” Pensou o fazendeiro. “Agora não tenho dúvida de que o sábio está enlouquecendo.”
Novamente não sabia o que o esperava.
Alguns dias mais tarde, seu filho estava andando a cavalo, caiu e quebrou a perna. Por isso, não podia mais ajudá-lo na colheita.
Oh não!!!, suspirou o fazendeiro. Agora vamos morrer de fome! E foi atrás do sábio. Desta vez, ele disse: como você podia saber que capturar o cavalo não era uma boa coisa? Mais uma vez estava certo. Meu filho se machucou e agora não pode me ajudar na colheita. Esta foi a pior coisa que poderia ter-me acontecido. Imagino que agora você vá concordar.  Como das outras vezes, o sábio olhou para ele calmamente e num tom compassivo, repetiu:
Talvez sim, talvez não!
Enraivecido com tal ignorância, o fazendeiro voltou bufando para a aldeia. No dia seguinte, chegaram tropas ao vilarejo. Vinham para levar todos os homens jovens e saudáveis para a guerra, que acabara de estourar. O filho do fazendeiro foi o único a ser poupado. Enquanto os demais estavam fadados a morrer, ele fora salvo.
MORAL DA HISTÓRIA:  A verdade é que não sabemos o que vai nos acontecer. Apenas pensamos que sabemos. Muitas vezes, fazemos uma tempestade em torno de algo que nada tem demais. Como não temos o conhecimento, sentimos medo, criamos em nossas mentes roteiros terríveis do que poderá acontecer. Em geral, estamos errados.
Se ao invés de agir assim, nos mantivermos abertos às oportunidades, podemos estar certos de que tudo acabará bem.  Lembrem-se, sempre: talvez sim, talvez não.



Veja também:


- Amor verdadeiro

- A vida é como...

- O valor dos elogios



» Leia todas as mensagens


Tv MLP
 






 
 
 
Buscar empresas
Página principal  |  Cadastre-se grátis  |  Anuncie no portal  |  Tire suas dúvidas  |  Gerencie seu anúncio  |  Fale conosco
Copyright © 2019 MeLevaPenapolis.com.br. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução ou utilização de qualquer conteúdo deste site, sob as penas da lei.